terça-feira, 7 de novembro de 2017

pontos, saltos...

pontas soltas

Em des
            fazendo a trama do
                                           eu,
quantos nós
en
     contra
               rei?


sábado, 28 de outubro de 2017

Coisas d'Alice

70

sedutora habitação
subterrânea
paixão subcutânea

Coisas d'Alice

69

roube-me a fala
o que fazer, então?
conduzi-lo à prisão?

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Coisas d'Alice

68

a eloquência muda
desses olhos suplicantes
de amor, diamantes

Coisas d'Alice

67

acariciando sua cabeleira
regozijando-se do fundo
da carne à derme inteira

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Coisas d'Alice

66

boca certeira
olhos escancarados
como porteiras

Coisas d'Alice

65

contente de viver
e sorrindo um sorriso
leve e sem siso 

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Coisas d'Alice

64

luz rosácea filtrada
pelas persianas
a beijar almas levianas

Coisas d'Alice

63

deixa-me divertir
como me aprouver
até o sol morrer

Coisas d'Alice

62

quem visse diria com sinceridade:
vocês são o fogo de artifício
da deusa liberdade