sexta-feira, 28 de março de 2008

Apenas prove;

Um Jarro De Algo....
(sem gosto, sem cheiro, sem amor)

Mais uma dose de mim
Embriague-se se puder
Regurgite se quiser
Odeie-me pelo que fiz
O que a entrelinha diz
Não tão simples assim
Palavras se misturam
Em frases ambíguas
Sobre marcas antigas
Escrevo o que sinto
As verdades que minto
Os olhos encantam
Não me ame, jamais!
Não me crucifique
Não me petrifique
Como um jarro de gim
Mergulhe em mim
Se julgares capaz
E mais uma dose de mim
E mais uma, duas, três
Embriague-se outra vez
Se não são saborosas
As minhas palavras
Então diga-me: -FIM!


Um comentário:

Beli . disse...

Avante companheiro!
:D

Muito bem.