sábado, 2 de abril de 2016

:)

Outro sorriso

por trás de óculos antigos com lentes de seriedade
havia...
...eu via
um sorriso
cor de criança,
pueril, bonachão, idiotismo.
 um sorriso que destroçava toda aquela seriedade
acadêmica,
pedante e barroca
sem perder a sobriedade,
ou o encanto daquela força intelectual.

(...)

mas aquele sorriso,
que roubou meu olhar,
esvaneceu-se,
evaporou-se,
sem deixar rastro.
não fosse eu ali,
seria um lugar vazio
então...


Nenhum comentário: