sábado, 23 de abril de 2016

Mapa


Minha Vênus I

Minha Vênus não sabe amar
              como ama a burguesia.
Às vezes parece afasia,
              mas é que o amor no linguajar
              comum não diz o que sinto.
Daí, ou seguindo meu instinto
              faço outra coisa que amar, ou minto
              dizendo que amo muito
              com um fingido olhar retinto.
Pois não me agrada a segurança do cinto
              que garante vida longa ao rei;
Pois no meu peito bate
              algo que eu só sei
              chamar de amor fati


Nenhum comentário: