quinta-feira, 30 de junho de 2016

Terceto


Mon amour est une révolution

Meu coração é um campo de batalha;
Minha poesia, uma luta;
Meu amor, uma revolução.

Sinto medo, medo da morte...
Morte dos corpos, esvair da pulsão;
Morte da revolução, fim duma bela relação.

Sinto alegria, alegria de vida...
Alegria da luta, o jogo do flerte;
Alegria da vitória, o gozo do beijo.





Nenhum comentário: