sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Alea jacta est XIX


Vale branco de segredos 

     Minha senhora Explicação Constante,
caro pastor Fado Suspeito,

   Que prêmio adormecer na areia da esquina
à sombra de naufragar...

   Filigranas do universo que somos,
marcianos tranquilamente doidivanas,
pretendemos,
ausentes de constantes no peito,
gritar muito,
muito longe e largo,
uma canção de mudança:
   num sapato o nada
   e no outro o amanhecer...

Nenhum comentário: