domingo, 14 de maio de 2017

Crer para ver

Credo

Ele creu
Pacificado o recôndito do Eu.

Néscio sonho
De um mundo medonho,
Em que a miséria
Da calma e séria
Vida cheia de razão
Cobre como véu céus e chão.

Néscio sonho
De um mundo medonho
De culpa e perdão,
De poder e salvação,
De certeza e lembrança,
Em nome da bendita segurança.

Ele creu
Iluminado todo o resquício de breu.


Nenhum comentário: